quinta-feira, 26 de abril de 2012

Criatividade haitiana








Este site haitiano de artesanato em metal chama a atenção para vários elementos. Em primeiro lugar, a criatividade quase inesgotável destes artistas, que variam sobre temas simples, encontrando sempre novas formas de abordar um sujeito, sem a preocupação de salvar o direito autoral sobre uma imagem, pois parece que as imagens brotam de uma fonte gratuita, que não se pode simplesmente rotular e vender, cada uma é única, também porque feita à mão e sujeita às inspirações do momento. De alguma forma, este elemento "gracioso" se encontra também nas grandes artes Tradicionais, que seguem cânones, e ao mesmo tempo, revelam-se inesgotáveis na produção e variação sobre os temas que não mudam. Parece ser uma sintonia com o próprio fluxo da vida e da beleza, que não para de circular em tudo e em todos: a Graça. Nosso racionalismo, querendo entender tudo, ou o emocionalismo, querendo somente expressar o que se sente, numa escravidão de subjetivismos pessoais, bloqueiam o fluxo, pois o artista que se encontra no centro de sua arte não deixa espaço para o sopro da Graça, que o levaria a esquecer-se de si mesmo, e até mesmo de sua obra, para tornar-se um, ainda que por tempo limitado, com o Belo. Em segundo lugar, estas obras haitianas mostram que mesmo na pobreza radical, a criatividade funciona maravilhosamente, talvez, até mesmo por causa dela. Sem cortes a laser, sem cortadores especializados, esses artesãos realizam belíssimos trabalhos. E, finalmente, fazem um trabalho de reciclagem não indiferente.

Um comentário:

ALVARO MENENDEZ BARTOLOME disse...

Precioso. Acabo de encontrar este blog gracias a Adolfo Ivorra. Es todo un placer.

Saludos desde Madrid, donde una vez le escuché hablar a usted en las aulas de San Dámaso.